João Sousa em entrevista exclusiva à ELEVEN SPORTS

By July 28, 2020ELEVEN SPORTS, Ténis

João Sousa foi o convidado especial de mais um Planeta Eleven, em direto, no Facebook da ELEVEN SPORTS. Com 31 anos João Sousa é o melhor tenista português de sempre, ocupando o 66º lugar do ranking ATP Tour. O tenista vimaranense é embaixador do MEO e venceu o Estoril Open em 2018.

João Sousa falou como tem sido a experiência de treinar com Medvedev, recordou os grandes feitos da sua carreira, falou da lesão que sofreu no final da época passada, da polémica à volta de Djokovic e como é jogar contra o tenista sérvio e recordou o dia em que venceu o Estoril Open.

 

Sobre o tenista sérvio, Novak Djokovic, que esteve infetado com COVID-19, e foi o organizador e principal atração no torneio de ténis de exibição- Adria Tour – onde se contaminaram muitos jogadores, João Sousa referiu: “Acho que estamos a dar muito enfase a um erro do Djokovic mas o erro foi da organização. O Djokovic não fez isto por dinheiro, mas sim para ajudar o ténis. Houve muita crítica, eu também não achei correto porque não se adotaram as medidas necessárias, mas as críticas devem ser para a organização e não para o Novak Djokovic.”

A treinar com o tenista russo Daniil Medvedev, atual número 5 da ATP Tour, João Sousa confidenciou: “Tem sido bom poder treinar esta semana com o Medvedev, top 5 no ranking. A Boa intensidade de treinos é excelente para o objetivo de preparar o regresso à competição.

Depois da lesão no pé esquerdo, contraída no final da época passada, e que obrigou à desistência de participar no ATP 250 de Marselha, João Sousa procurou recuperar durante a quarentena. O tenista português partilhou boas notícias sobre a recuperação: “Tive uma lesão no pé que me impediu de estar a 100%, arrastei a lesão para o início do ano, mas a vantagem desta paragem forçada foi recuperar a lesão e já estou a 100%.”

Referindo-se a Novak Djokovic e como é enfrentar o tenista sérvio no court, João Sousa referiu: “Jogar contra o Djokovic é como jogar contra uma parede, é incrível. É o jogador que mais joguei e mais vezes perdi. Mas cada vez que perdi, perdi cada vez melhor.

Para João Sousa, quando joga com os tenistas do top do ranking da ATP Tour há apenas um objetivo: “Hoje em dia já não fico nervoso por jogar contra os melhores do mundo, o objetivo é sempre tentar vencer.”

Em 2018 João Sousa tornou-se o primeiro português a conquistar o Estoril Open ao vencer na final o americano Frances Tiafoe. Sobre esse dia o tenista português referiu que: “há uns meses atrás tive a oportunidade de ver um vídeo que a organização do torneio do Millennium Estoril Open fez, e a verdade é que dou mais valor agora aquilo que consegui, e a todo o ambiente que existia ali a volta, e até me emociona ver o vídeo. Foi uma semana muito especial para mim, foi a melhor semana da minha carreira, e acaba por ser também uma recompensa a todo o trabalho que eu fiz durante todos anos. Acredito que Portugal já merecia um feito destes, não por ter sido eu, mas por ter disso um português a conseguir fazê-lo, porque Portugal neste momento tem muito talento mas faltava esta proeza para perceber que Portugal também tem o nome bem alto no ténis mundial, e acaba por ser muito bom para o ténis nacional  e obviamente também para mim.”

Ainda sobre o Estoril Open 2018, João Sousa recordou um momento caricato com Marcelo Rebelo de Sousa, que sucedeu após os festejos da vitória: “estava no balneário à conversa com o Frederico e o meu irmão, e, entretanto, preparei-me para ir tomar banho. Passado um minuto entra o Senhor Presidente dentro do duche. Nem tive tempo para pensar em nada, simplesmente pus uma toalha à volta e, completamente encharcado, deu-me um abraço. Foi o momento mais caricato da minha carreira até ao momento.”

Um dos patrocinadores de João Sousa é o MEO, do qual é embaixador da marca. “O papel do MEO tem sido fundamental, principalmente nesta fase menos boa. As fontes de rendimento a nível de prize money são nulas, porque não existem torneios. Infelizmente não conseguimos ganhar dinheiro, portanto acaba por ser fulcral a ajuda dos nossos patrocinadores, destacando o apoio do MEO e também do Millennium BCP. Têm-me apoiado muitíssimo e feito um ótimo trabalho a todos os níveis, portanto agradeço-lhes toda a confiança que têm mantido em mim ao longo destes anos. Numa fase tão difícil para todos eles têm-se mantido ao meu lado. Só tenho a agradecer por isso e espero que no futuro possamos conseguir muitas coisas juntos, como temos vindo a conseguir. Com o apoio deles e de todos os portugueses que me apoiam e puxam por mim. Espero no futuro poder dar muitas alegrias e poder continuar a fazer aquilo que gosto, que é jogar ténis e competir ao mais alto nível.”

 

A entrevista completa pode ser vista em On Demand no serviço de streaming da ELEVEN SPORTS aqui e ouvida em Podcast em: Apple Podcasts, Castbox, Google Podcasts, SoundCloud, e Spotify.

 

#JogamosEmCasa #PlanetaEleven