Luís Gonçalves em entrevista exclusiva à ELEVEN SPORTS

By 18/07/2020ELEVEN

Luís Gonçalves foi o convidado especial de mais um Planeta Eleven, em direto, no Facebook da ELEVEN SPORTS. O atual selecionador de Moçambique, que já passou pelo Sporting e pelo Porto falou sobre os jovens campeões nacionais pelo FC Porto, sobre o futebol, de Moçambique e o apuramento para o Campeonato Africano das Nações e o Mundial de 2022, sobre Vítor Matos, atual adjunto de Klopp no Liverpool, e sobre a formação do Sporting e Cristiano Ronaldo.

 

Referindo-se a Romário Baró, Fábio Vieira, Vítor Ferreira e João Mário, jovens campeões nacionais pelo FC Porto, Luís Gonçalves afirmou: “Eles foram campeões de juniores, da Youth League e agora campeões nacionais. Para mim, é uma satisfação enorme. O maior prémio para os treinadores que já trabalharam na formação é ver os seus meninos a chegarem ao alto nível e felizmente aconteceu comigo tanto no Sporting como com esta geração do FC Porto.

Sobre Vítor Matos, atual adjunto de Jürgen Klopp no Liverpool, Luís Gonçalves revelou que: “Ele foi meu adjunto nos iniciados no FC Porto, mas depois passou para os juvenis. E eu disse na brincadeira: “ele pode ir, porque assim eu tenho a certeza de que eles vão ser campeões”. O Vítor é um excelente profissional, uma pessoa com enorme carácter. Fico muito contente por ver estes antigos colegas a terem sucesso e ainda por cima, ouvir o Klopp dizer que o Vítor tem um enorme peso dentro do plantel e que foi determinante para as conquistas do Liverpool.”

Luís Gonçalves falou igualmente sobre a formação dom Sporting e sobre Cristiano Ronaldo, referindo que: “Trabalhei com o Cristiano quando fazia parte da equipa técnica do Sporting B e há uma fase de transição importante em que o László Bölöni queria o Cristiano na equipa principal e ele ainda fazia parte dos juvenis. Na altura, para fazer a transição para o futebol profissional, decidimos dar-lhe um tempo de adaptação na equipa B, antes de se estrear na equipa principal. E tenho de salientar que, na altura, foi toda a estrutura da formação do Sporting que tomou esta decisão em conjunto. E esta estrutura foi decisiva para jogadores como o Cristiano aparecerem com grande sucesso na equipa A.

O atual selecionador de Moçambique confessou que: “Nasci em Maputo e apesar de ter vindo muito novo para Portugal, sempre tive a ideia de um dia trabalhar no País onde nasci. Tive a oportunidade de chegar à seleção como adjunto do Abel Xavier. Entretanto saí para a China, mas durou pouco tempo porque fui convidado para voltar como selecionador, e aceitei logo.

Referindo-se aos jogadores de Moçambique, Luís Gonçalves rematou: “Olhem para os jogadores moçambicanos, seja em clubes em Portugal ou no resto do mundo. O jogador moçambicano tem qualidade, tem um sentido de profissionalismo cada vez maior e quer muito evoluir. Se ainda há Eusébios e Colunas? Foram foras de série e apareceram noutro contexto, mas acredito há potencial para isso.”

O apuramento para o CAN e o Mundial de 2022 são um sonho que Luís Gonçalves procura realizar: “Não há impossíveis no futebol. Temos de acreditar e na minha apresentação falei neste sonho. Sendo realista, para chegar à CAN, estamos numa boa posição e temos de continuar a jogar ao nosso melhor nível. Quanto ao Mundial, já conseguimos chegar aos grupos de qualificação, um feito incrível e estamos num grupo complicado. Mas isto é um trabalho diário e se conseguirmos os pontos que pretendemos, vamos cumprir o tal sonho.”

 

A entrevista completa pode ser vista aqui e ouvida em Podcast em: Apple Podcasts, Castbox, Google Podcasts, SoundCloud, e Spotify.

 

#JogamosEmCasa #PlanetaEleven