CÉDRIC SOARES EM ENTREVISTA EXCLUSIVA À ELEVEN SPORTS

By 23/04/2020ELEVEN
CÉDRIC SOARES EM ENTREVISTA EXCLUSIVA À ELEVEN SPORTS

Cédric Soares, internacional português e campeão da Europa em 2016, esteve em directo no Facebook da ELEVEN SPORTS numa conversa na qual falou de vários temas relacionados com a sua carreira. O jogador de 28 anos do Arsenal, respondeu a várias perguntas, numa conversa que abordou o seu novo clube, a Seleção Nacional e o Sporting.

Com a Premier League parada, Cédric reconhece a especificidade do momento atual: “Claro que tem sido um pouco estranho não treinar diariamente com a equipa, mas se deus quiser tudo regressará ao normal”.

Após somar 138 partidas pelo Southampton, o lateral trocou, em Janeiro, os “Saints” pelo Arsenal, num negócio de empréstimo. Devido a uma lesão, Cédric ainda não se estreou pelos londrinos e, sem jogar desde 21 de Janeiro , assume a vontade de regressar aos relvados, ao mesmo tempo que tece rasgados elogios aos “Gunners”: “Mais do que nunca, tenho muita fome de bola. O Arsenal é um clube enorme, e tenho ainda uma noção melhor disso estando por dentro. É um clube de que, desde muito cedo, gostei muito, pois acompanhava a Premier League e simpatizava com o Arsenal, até porque houve uma altura em que o clube ganhou praticamente tudo. Estar no clube tem sido muito positivo, os jogadores têm-me tratado muito bem, desde que cheguei têm sido muito porreiros comigo. Londres era uma cidade que eu já conhecia e sinto-me muito bem aqui. O Arteta é um treinador bastante completo. Ainda o estou a conhecer, mas tem mostrado muitas qualidades. Preocupa-se com todas as áreas, tanto na vertente psicológica como táctica.

Ao longo de uma carreira que o levou a jogar no Sporting, Académica, Southampton, Inter e Arsenal, Cédric conviveu com vários grandes nomes do futebol, e aproveitou para elogiar vários deles. Questionado sobre Cristiano Ronaldo, o lateral detalhou alguns dos segredos do sucesso do capitão da seleção nacional: “O Cristiano é um grande, grande jogador, não é por acaso que já ganhou tudo o que ganhou, tanto individual como coletivamente. É alguém que tem uma vida muito bem equilibrada, uma pessoa com uma enorme vontade de vencer, muito ambicioso. E, fora do campo, sobretudo nos estágios longos, é alguém que tenta unir o grupo e partilhar vivências connosco e claro que, vindo dele, todos nós ouvimos e tentamos interiorizar”.

Com 33 internacionalizações pela seleção AA de Portugal, Cédric foi elemento fundamental da equipa que venceu o Euro’2016. Titular nas quatro partidas a eliminar, o lateral descreveu a emoção de fazer história em França: “Recordo-me da alegria enorme, dos festejos, de uma grande comunhão entre jogadores e adeptos após a final. Foi uma grande alegria que demos ao povo português, sobretudo porque estamos a representar um país, uma bandeira. Ficará na história de Portugal e na minha memória”, frisando também “a união de todos na seleção”.

Presente no Euro’2016, na Taça das Confederações’2017 e no Mundial’2018, Cédric abordou o adiamento do Euro’2020 para 2021, no qual deseja marcar presença: “Claro que é com alguma tristeza que vemos o adiamento do Euro, porque estávamos todos ansioso para jogar. Mas, vendo pelo lado positivo, vamos ser campeões da Europa durante 5 anos. É um Campeonato Europeu em que todos os jogadores portugueses querem estar presentes, e claro que quero estar lá, é um objetivo meu. Vou dar o meu melhor pelo clube para depois jogar pela seleção nacional”.

Com uma grande ligação ao Sporting, clube no qual fez a sua formação como jogador, o internacional português garantiu que continua a acompanhar os “leões” e refletiu sobre as dificuldades que o clube tem tido para ser campeão nacional: “Sigo sempre o Sporting, porque é um clube que significa muito para mim. Mas para ser campeão são precisas várias coisas. Acho que o Sporting está a tentar encontrar uma plataforma de equilíbrio, o que não é fácil. O Sporting, há uns anos, tinha problemas graves em várias áreas, mas tem tentado dar a volta a isso. Eu vejo agora um Sporting mais unido, que voltou a apostar na formação, o que é muito positivo, porque o Sporting tem uma das melhores formações do mundo e tem de ser um clube formador. Eu recordo-me que, na minha altura, o nosso plano de jogo identificava-se com a equipa sénior, mas, nós, na formação, tínhamos o mesmo sistema de jogo desde as escolinhas até aos juniores e isso facilitava tudo. Ser campeão é um objetivo final, e para isso é preciso superar objetivos intermédios. E ser campeão, tal como um golo, é uma consequência de fazer as coisas certas e bem, é algo que se fizermos o resto bem surge de maneira natural. Eu acredito que com as coisas bem feitas possa ser possível o Sporting ser campeão, mas é algo que não surge do dia para a noite. Demora o seu tempo, em várias áreas, e os resultados não surgem de imediato”.

Finalmente, Cédric deu conselhos aos futuros aspirantes a futebolistas: “Não há uma fórmula mágica para ser jogador, mas é importante sabermos o que queremos desde muito cedo. Eu sei que isto é complicado para um jovem, saber o que queremos ser quando chegarmos à idade adulta. Eu sempre tive esta ideia bem definida na minha cabeça. É importante abdicar de coisas por isto, como não ficar até mais tarde com os amigos a beber café, e trabalhar muito. E é importante ter um objetivo final, uma meta, e ser jogador era a minha mental. Além de termos um objetivo final, é importante colocarmo-nos objetivos intermédios, como por exemplo no final da época, e pequenos objetivos para cada jogo concreto”, explicou Cédric Soares.

 

#JogamosEmCasa

A ELEVEN SPORTS alargou a oferta de mensalidade dos seus canais desportivos e do serviço de streaming até ao final do mês de Maio. Esta oferta é válida para todos os atuais e novos clientes que adiram agora e que vão, assim, poder usufruir dos melhores conteúdos de programação do canal desportivo premium, gratuitamente até ao dia 31 de Maio.

Mais informações em elevensports.pt