TEMPORADA 2019 DA FÓRMULA 2 ARRANCA ESTE FIM-DE-SEMANA NA ELEVEN SPORTS 3

By March 28, 2019Fórmula 2

Aí está a temporada de 2019 da Fórmula 2, competição que vai poder acompanhar a par e passo a partir de agora na Eleven Sports 3. A primeira transmissão está marcada para sexta-feira, com os treinos livres do GP do Bahrain, a partir das 8h30. A qualificação terá início às 13h45. O melhor fica guardado para sábado e domingo, com as duas provas.

A primeira tem lugar sábado, pelas 10h10, antecedendo a qualificação da F1. Enquanto no domingo a corrida está prevista para as 12h15, no aperitivo do prato forte do fim-de-semana, com o GP do Bahrain de F1.

 

Os jovens lobos candidatos a estrelas do futuro

Ao longo dos anos foram muitos os pilotos que por aqui passaram rumo à glória, com os nomes de Lewis Hamilton e Nico Rosberg acima de todos. Nick de Vries num dos carros da ART tem de ser apontado como um dos favoritos, não só pelo talento do holandês, mas também pelo facto de este ser o seu terceiro ano neste campeonato e contando igualmente com toda a experiência da formação liderada por Frederic Vasseur. Ao seu lado na equipa vai estar um estreante, Nikita Mazepin, que desta forma pode aproveitar para recolher todos os ensinamentos do holandês neste ano de estreia.

Mas um nome desperta toda a curiosidade: Mick Schumacher. O jovem alemão carrega um apelido lendário, ou não fosse filho do hepta-campeão do mundo de F1 Michael Schumacher. Mick foi campeão europeu de Fórmula 3 com a Prema e é com a equipa liderada por René Rosin que faz a sua estreia na F2.

Ao lado do campeão europeu de Fórmula 3 estará Sean Gelael, piloto indonésio que aos 22 anos vai para a quarta temporada na F2, tendo terminado as anteriores três épocsa sempre no 15º posto da competição.

A equipa Carlin assegurou os serviços de Nobuharu Matsushita, com o japonês a regressar a um campeonato onde esteve entre 2015 e 2017, depois de um ano de 2018 em que competiu na Super Fórmula no Japão, e do suíço Louis Deletraz que volta à casa onde se estreou na disciplina em 2016, então apenas por um fim-de-semana. Depois de 2 pódios e um 10º lugar no campeonato Deletraz vai à procura de melhor.

Na DAMS encontramos o mais experiente piloto do campeonato, Nicolas Lattifi. Ao seu lado Sérgio Sette Câmara o brasileiro que chega da Carlin e que é aposta da equipa de Jean-Paul Driot para recuperar um título que foge desde 2014 pelas mãos de Jolyon Palmer.

Jack Aitken vai ser a figura de proa da Campos Racing. O britânico brilhou em 2015 na Fórmula Renault 2 litros, mas depois na passagem pela GP3 não confirmou esses atributos, embora em 2017 tenha terminado como vice-campeão atrás de George Russell. Mas faltou sempre algo para se olhar para Aitken como verdadeiro candidato e estava naquela que é normalmente a melhor equipa, a ART. Ao seu lado na formação de Adrian Campos o jovem francês Dorian Bocolacci, que aos 20 anos vai para a segunda época na disciplina depois de no ano passado ter guiado um dos carros da MP.

Uma equipa que tem vivido de altos e baixos é a BWT Arden que vai este ano apostar forte no campeão GP3 de 2018, Antoine Hubert. O francês tem feito uma carreira em crescendo e depois de ter passado pelas fórmula de promoção da Renault e pela Fórmula 3, nos últimos dois anos alinhou na GP3 sendo que em 2018 somou 2 vitórias e subiu mais 9 vezes ao pódio no total das 18 corridas, o que acabou por lhe valer o título. Para fazer companhia a Hubert a escolha da estrutura liderada por Kenny Kirwan recaiu na colombiana Tatiana Calderon. Aos 27 anos e depois de 7 divididos entre a F3 e a GP3, chegou o momento de dar o passo em frente e o objectivo para 2019 passa por conseguir chegar aos pontos.

A Trident deverá ser uma das equipas com mais dificuldades ao longo do ano. Junta o rookie Giuliano Alesi, que a equipa conhece bem depois de 3 anos juntos na GP3, e Ralph Boschung. Se o francês ainda não conseguiu apresentar um talento e especialmente garra ao nível do pai, já o suíço tem duas temporadas incompletas e sempre com equipas diferentes.

A MP Motorsport foi a última a confirmar os seus pilotos, Jordan King e Mahaveer Raghunathan. King regressa a um campeonato que conhece bem, esta é a quarta temporada, embora em 2018 tenha competido nos Estados Unidos nas Indy Car Series. Já o indiano tem muito pouca experiência neste nível de competição, pelo que será certamente um dos candidatos ao fundo do pelotão.

A Virtuosi apesar de estar em estreia herda um know-how importante e que era pertença da Russian Time. A estrutura liderada por Paul Devlin, Declan Lohan e Andy Roche pode mesmo ser uma das boas surpresas de 2019, contando para isso com o experiente Luca Ghiotto. O chinês Guanyu Zhou chega de três temporadas na F3 europeia, duas delas com a Prema. É visto como um piloto com potencial, mas este ano certamente terá muito a aprender com Ghiotto.

A Sauber Júnior Team by Charouz é nova na denominação dada à formação de Antonin Charouz. Tem nas suas fileiras Callum Ilot e Juan Manuel Correia. Ilot é praticamente um estreante, fez apenas 2 corridas de F2 em 2017. Tem feito a carreira na F3 e no ano passado foi terceiro classificado na temporada de estreia na GP3. Já Juan Manuel Correa, um equatoriano naturalizado norte-americano, é um rookie, que em 2018 deu seguimento à estreia a meio de 2017 na equipa Jenzer Motorsport na GP3 series.

Lista de Equipas e Pilotos

 

Fórmula 2 em números

A Fórmula 2 vai apenas para a terceira temporada nesta nova geração, mas se juntarmos a antecessora GP2 Series então temos mais de uma dezena de edições. Fique pois com alguns dos números desta história.

 

14 – Temporadas e igual número de campeões diferentes

11 – As vitórias de Stoffel Vandoorne, o piloto que mais ganhou

160 – A maior diferença entre primeiro e segundo no campeonato

8 – Diferença mais curta entre os dois primeiros no final do ano.

8 – É também o número de pole positions conseguidas por um piloto. No caso dois, Stoffel Vandoorne e Charles Leclerc.

26 – O número de pódios de Vandoorne

16 – Os pódios numa temporada também do belga

77 – O número de corridas do piloto mais experiente este ano, Nicolas Latifi

124 – As vezes que Johnny Cecotto Jr. alinhou no campeonato

341.5 – O recorde de pontos num só ano (Stoffel Vandoorne)

570.5 – O recorde absoluto de pontos (Stoffel Vandoorne)

12 – As voltas mais rápidas de Stefano Coletti

290 –As corridas ao longo destes 14 anos

87 – O número de vencedores diferentes

38 – Os pilotos que passaram pela F1 saídos deste campeonato

10 – Os pilotos que estão actualmente na F1 que passaram por este campeonato

2 – Os pilotos que foram campeões aqui e na F1. Nico Rosberg e Lewis Hamilton