FÓRMULA 2 CHEGA À EUROPA

By 24/04/2019Formula 2
[vc_row type=”in_container” full_screen_row_position=”middle” scene_position=”center” text_color=”dark” text_align=”left” overlay_strength=”0.3″ shape_divider_position=”bottom”][vc_column column_padding=”no-extra-padding” column_padding_position=”all” background_color_opacity=”1″ background_hover_color_opacity=”1″ column_shadow=”none” column_border_radius=”none” width=”1/1″ tablet_text_alignment=”default” phone_text_alignment=”default” column_border_width=”none” column_border_style=”solid”][vc_column_text]Após o arranque da temporada em Sakhir no final do mês de Março, a Fórmula 2 chega à Europa este fim-de-semana e tudo o que vai acontecer em Baku será para ver em directo e exclusivo na Eleven Sports 3.

Em Sakhir a maior figura foi Luca Ghiotto, o italiano da nova equipa Virtuosi UK. Fez a pole position para a primeira corrida, mas um problema de embraiagem no momento da saída logo para a volta de apresentação fez com que o arranque também não corresse bem. Daí para a frente foi em recuperação, mas já não deu para chegar a Nicolas Latifi. No domingo uma estratégia perfeita permitiu-lhe vencer e assumir a liderança do campeonato.

Se Ghiotto foi o homem do fim-de-semana, a DAMS foi a equipa da ronda de abertura, ao colocar por duas vezes os dois carros no pódio, pelo que será igualmente necessário seguir com atenção o que vão fazer o canadiano e Sérgio Sette-Câmara.

No Bahrain as maiores desilusões acabaram por ser Nick de Vries e Louis Deletraz. Nenhum dos dois conseguiu fazer uma gestão correcta dos pneus, no traçado mais exigente do campeonato em termos de desgaste das borrachas, depois de terem estado em bom plano na qualificação, onde só foram batidos por Luca Ghiotto.

Agora numa pista com características diferentes, no geral muito rápida, mas que tem zonas em que é preciso um grande equilíbrio na afinação do chassis, vamos ver como correm as coisas às cores da ART e da Carlin.

A Prema teve também um fim-de-semana para esquecer, com Mick Schumacher a ter o fraco consolo de sair da pole position para a corrida de domingo, mas uma estratégia de corrida menos conseguida e mais uma vez um enorme desgaste ao nível dos pneus, não esquecer que o alemão é estreante no campeonato, acabaram por levar a equipa de Rene Rosin para uma descrição pouco habitual, até porque Sean Gelael não fez muito melhor. Um problema com o DRS na primeira corrida condicionou desde logo a prova de domingo. Agora chegam a uma pista onde têm sido dominadores, em seis corridas realizadas até agora em Baku a Prema ganhou três, pelo que se espera um melhor desempenho.

De quem também se espera mais é de Jack Aitken, que acabou por passar um bocadinho incógnito pelo Bahrain, exactamente o oposto de Antoine Hubert, que saiu de Sahkir como o melhor rookie e tendo especialmente no sábado assinado uma grande corrida. Quem esteve por sua vez bastante bem no domingo tirando partido da melhor táctica foi Jordan King num dos carros da MP Motorsport. Olhando para o cenário, num traçado em que os pneus também vão sofrer, embora numa medida inferior ao que se passou na abertura. De entre os restantes talvez possam ainda ter algum destaque Guanyu Zhou, colega de equipa de Ghiotto na Virtuosi, Nobuharu Matsushita, no segundo carro da Carlin, e Callum Ilott.

Sábado a corrida mais longa terá um total de 29 voltas ao traçado de 6003 metros de Baku, com paragem obrigatória para troca de pneus e arranque marcado para as 9h00, enquanto no domingo a corrida sprint começa às 10h10 para um total de 21 voltas, tudo para ver em directo e exclusivo na sua Eleven Sports.[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]