CHAMPIONS LEAGUE: 2ª MÃO DOS QUARTOS DE FINAL – DADOS E ESTATÍSTICAS

By April 15, 2019Liga dos Campeões

Depois de uma primeira mão que deixou tudo em aberto, esta semana ficarão a ser conhecidos os quatro semi finalistas que estarão a um pequeno passo da final de Madrid do dia 1 de Junho. A Eleven Sports irá transmitir os quatro jogos dos quartos de final, com destaque, claro, para o jogo do FC Porto e para o jogo da Juventus. Já amanhã a Eleven Sports irá ter uma emissão especial a partir das 19h, a partir do estúdio, com ligações ao Allianz Stadium em Turim, onde Cláudia Garcia irá estar para fazer o lançamento do jogo no relvado onde irá entrevistar o Diretor Desportivo da Juventus, Pavel Nedved, em direto e em exclusivo, e entrar após o final da partida com as flash interviews. Na quarta, nova emissão especial, a partir do Estádio do Dragão, com Maniche, Pedro Ribeiro e Joana Marques como convidados, a partir das 18h, até ao apito inicial. Após o jogo, o rescaldo da partida, novamente a partir do relvado dos azuis e brancos.

Serão quatro jogos de cortar a respiração com o futuro na Champions em cima da mesa para as oito equipas. Aqui ficam os principais dados estatísticos e curiosidades das quatro partidas decisivas ruma às meias finais:

 

Dia 16 (Terça-feira)

Juventus-Ajax (Eleven Sports 1, 20h00)

    • A Juventus soma dez jogos consecutivos sem derrotas frente aos holandeses do Ajax, a melhor série de jogos sem derrotas num confronto direto na Champions a par do confronto Bayern-Benfica.
    • Depois de uma série de oito derrotas em outros tantos jogos contra adversários transalpinos, o Ajax leva quatro jogos sem derrotas (2V 2E) nos últimos quatro.
    • A Juventus tenta alcançar as meias finais da Champions pela terceira vez nos últimos cinco anos. Já o Ajax, não atinge as meias desde 1996/1997, e poderá suceder ao PSV como a última equipa holandesa a lá chegar, o que se verificou na temporada de 2004/2005.
    • O 1-1 da primeira mão foi a terceira vez que a Juventus empatou fora na primeira mão de um jogo e eliminar da Champions. Nas outras duas, por uma vez passou, frente ao Rosenborg, e por outra ficou pelo caminho, frente ao Manchester United.
    • O Ajax, por sua vez, foi eliminado em duas das três vezes em que empatou na primeira mão a jogar em casa em jogos a eliminar da competição. A mais recente foi em 2005/2006 frente ao Inter.
    • A Juventus perdeu dois dos últimos cinco jogos caseiros na Champions, tanto quanto tinha perdido nos 45 jogos anteriores na prova (28V 15E e 2D).
    • O Ajax leva duas vitórias fora consecutivas, a melhor série foram sete em 1997.
    • Cristiano Ronaldo faturou em todos os últimos cinco jogos da Champions contra o Ajax, num total de oito golos. 51% dos golos do português na prova foram na fase a eliminar (64 dos 125 golos que marcou até hoje).
    • Dusan Tadic esteve envolvido em 53% dos 17 golos do Ajax na edição deste ano da Champions League (6 golos e 3 assistências). Apenas o finlandês Jari Litmanen bate este registo com 9 golos marcados em 1995-96.


Barcelona-Manchester United (Eleven Sports 1, 20h00)

  • Apenas em 6% das 70 vezes que uma equipa ganhou fora na primeira mão de um jogo a eliminar na Champions foi eliminada. Contudo, duas delas foram esta temporada, uma delas protagonizada pelo Manchester United.
  • Nunca o Barcelona perdeu em casa com o United, tendo o último confronto tido lugar em 2008, que terminou com um nulo.
  • O Barcelona seguiu em frente nas provas europeias em 39 das 41 vezes em que ganhou fora na primeira mão de uma eliminatória. Apenas o Colónia em 80-81 e o Metz 84-85 conseguiram inverter a eliminatória no Camp Nou.
  • O United passou apenas por uma vez nas últimas quatro derrotas caseiras na 1ª mão de jogos a eliminar. Foi em Paris nos oitavos deste ano.
  • O Barcelona soma 30 jogos em casa na Champions sem conhecer o sabor da derrota, a melhor série na prova (27V 3E). E nunca sofreram mais do que um golo nesse período (15 golos sofridos no total). A última vez a sofrer mais do que um golo foi contra o Bayern, na derrota por 0-3, em 2012-2013.
  • 90% dos golos do United na Champions foram obtidos fora de portas (9 de 10). Contudo, apenas conseguiram uma vitória nos seus últimos cinco jogos fora de casa a eliminar nesta competição.
  • Na primeira mão, o United não conseguiu somar um único remate enquadrado com a baliza dos catalães, algo que não acontecia aos ingleses desde 2005 quando perdeu 1-0 com o Milan.
  • Equipas inglesas são as vítimas preferidas de Leo Messi. O astro argentino marcou 22 golos em 31 jogos contra britânicos, mais do que qualquer outro jogador na prova. 13 desses golos surgiram nos últimos nove jogos de equipas inglesas no Camp Nou, onde se incluem hat-tricks contra Arsenal (2010) e City (2016).


Dia 17 (Quarta-feira)

FC Porto-Liverpool (Eleven Sports 1, 20h00)

  • Duas das três equipas que perderam por 2-0 na primeira mão da fase a eliminar da edição deste ano da Champions deram a volta à eliminatória: Juventus frente ao Atlético de Madrid e Manchester United contra o PSG.
  • O FC Porto foi eliminado em todas as eliminatórias em que perdeu por 2 ou mais golos na primeira mão nas Champions.
  • O Liverpool nunca perdeu contra o Porto nas sete ocasiões em que se defrontaram (4V 3E) não tendo consentido qualquer golo nos últimos três embates.
  • A derrota caseira mais pesada da sua história nas competições da UEFA foi frente ao Liverpool há precisamente um ano quando foram derrotados por 5-0 nos oitavos da Champions.
  • Desde o início da temporada passada, o Liverpool ganhou três dos quatro jogos que disputou fora na fase a eliminar, tendo sido apenas batido em Roma por 4-2, nas meias-finais.
  • O Porto é a única equipa em prova que está 100% vitoriosa no seu terreno. A última vez que somou cinco ou mais vitórias caseiras seguidas na prova foi entre Outubro de 1998 e Dezembro de 1999 (um total de seis vitórias).
  • O Liverpool seguiu sempre em frente nas últimas nove eliminatórias a duas mãos sob o comando de Jurgen Kloop (quatro na Liga Europa em 2015/2016, uma em 2017/2018 nos playoffs da Champions e quatro na Champions desde o início de época transacta).
  • Sadio Mané fez um hat-trick no Dragão há um ano. Apenas Luiz Adriano (Shakhtar) contra o Bate Borisov e Cristiano Ronaldo contra o Atlético de Madrid conseguiram repetir a façanha frente ao mesmo adversário, mas nenhum o conseguiu fazendo sempre fora de portas.
  • Moussa Marega marcou em todos os golos no Estádio do Dragão nesta temporada nos jogos da Champions.


Manchester City-Tottenham (Eleven Sports 2, 20h00)

  • O City tem razões para olhar com preocupação para a 2ª mão. Apenas 31% das equipas que perderam a primeira mão de uma eliminatória por 1-0 fora conseguiram seguir em frente. Porém, o Tottenham foi eliminado da última vez que ganhou a primeira mão em casa por 1-0, foi contra os alemães do Kaiserslautern na Taça UEFA em 1999-2000.
  • O Tottenham apenas ganhou por uma vez nas últimas oito visitas ao terreno do City em todas as competições (6D 1E). A última vez que o conseguiu foi  em 2016 para a Premier League, onde venceu por 1-2.
  • O City leva cinco derrotas consecutivas contra equipas inglesas, as últimas três na Champions.
  • Este temporada, a equipa de Guardiola venceu 23 dos 25 jogos que disputou no seu estádio em todas as competições. Nos outros dois jogos perdeu. Porém, perderam 2 dos últimos 3 jogos caseiros na fase a eliminar da Champions. Apenas o último conseguiu vencer e por rotundos 7-0 sobre o Schalke.
  • Os Spurs levam três vitórias consecutivas na prova mas nunca conseguiram quatro na Champions.
  • Os últimos 10 golos do Tottenham na Champions foram conseguidos na segunda parte dos jogos. E ao longo de toda a prova esta época foram 93% os golos alcançados na segunda parte (13 do total de 14 que marcaram na Champions).
  • Sergio Aguero marcou 10 golos nos primeiros sete embates contra os Spurs em todas as competições ao serviço do City. Desde então defrontou o rival de Londres por sete vezes e nunca volta a faturar, tendo até falhado um penalty na primeira mão dos quartos de final da Champions há uma semana.


DADOS ESTATÍSTICOS: OPTA