GP CHINA MARCARÁ HISTÓRIA DA F1 AO ATINGIR O GP 1000

By April 11, 2019Formula 1

Este será um fim-de-semana icónico na história da Fórmula 1. O Grande Prémio da China, na pista de Xangai, será o Grande Prémio 1000 da história do mais espectacular desporto automóvel do mundo. Para assinalar este momento marcante, a Eleven Sports irá ter uma emissão especial que arranca já esta sexta-feira.

A partir de Xangai, a Eleven Sports terá uma equipa de enviados-especiais com o jornalista Óscar Góis e o comentador Duarte Félix da Costa, que irão trazer todos os insights sobre o GP 1000 da F1. Entrevistas exclusivas, momentos dos bastidores e muito mais sobre tudo o que vai acontecer na China.

A emissão começa já esta madrugada de sexta-feira, com as sessões de treinos livres. A primeira emissão começará às 2h45, com a segunda a arrancar pelas 6h45. Ambas trarão não só as duas primeiras sessões de treinos livres, como os primeiros conteúdos exclusivos garantidos pela equipa Eleven Sports em Xangai.

No sábado, pelas 3h45, começará a emissão da última sessão de treinos livres, enquanto a emissão da sessão de qualificação terá início às 6h40, com o arranque da sessão marcado para as 7h00.

O momento alto e mais desejado será, inevitavelmente, o GP 1000, cuja luz verde para o arranque será mostrada às 7h10, mas a emissão especial da Eleven Sports comecerá muito antes, a partir das 5h30, com João Carlos Costa ao leme da narração, acompanhado por Pedro Lamy, o antigo piloto de F1 português, e por Nuno Pinto, coach de pilotos de F1 e F2, onde mais conteúdos exclusivos produzidos a partir da China poderão ser vistos em direto e em exclusivo.

De recordar que, para além da transmissão do GP na Eleven Sports 3, a Eleven Sports 4 transmite todos os Grandes Prémios da temporada da Fórmula 1 na opção multicâmara, onde os fãs do grande circo da F1 poderão assistir a todo o GP da China com diferentes perspectivas de diversas câmaras em simultâneo.

Dados e Estatísticas

  • Este será o GP 1000 da história da Fórmula 1. Nas primeiras 999 corridas houve:
    • 65607 voltas completadas;
    • 32 países receberam GP’s;
    • 68 circuitos diferentes receberam GP’s;
    • 22 nacionalidades distintas venceram corridas;
    • 107 pilotos venceram GP’s;
    • 33 pilotos sagraram-se campeões do mundo;
    • 777 pilotos competiram na F1;
    • 40148,3399 pontos foram acumulados pelos pilotos ao longo desse período.
  • Lewis Hamilton  é o piloto de maior sucesso no GP da China com cinco vitórias na sua carreira. E é o único dos pilotos de 2019 a ter conseguido vencer por mais do que uma vez na China.
  • Se a Ferrari vencer este fim-de-semana iguala a Mercedes no maior número de vitórias na China.
  • Vettel já conseguiu a pole position por quatro vezes na China mas só por uma vez subiu ao mais alto lugar do pódio neste GP.
  • Quatro dos últimos cinco GP da China viram o piloto que conquistou a pole chegar ao final da prova no 1º lugar.
  • A primeira vitória da Mercedes após o regresso à F1 em 2010 ocorreu precisamente na China, em 2012, com Nico Rosberg.
  • Se Vettel liderar a prova, nem que seja só por uma volta, será a 100ª corrida que o alemão lidera na sua carreira.
  • Uma vitória com partida da pole position será a 100ª vitória em tais condições para a Ferrari.
  • Lewis Hamilton apenas precisa de 15 voltas na liderança para atingir as 4000 voltas à frente de provas na sua carreira.
  • Se Lewis Hamilton fizer a volta mais rápida ultrapassará Alain Prost como o terceiro piloto com mais voltas mais rápidas de sempre ao conseguir fazê-lo por 41 vezes. Um registo apenas superado por Raikkonen (46) e Michael Schumacher (77).