CHAMPIONS LEAGUE: 1ª MÃO DOS QUARTOS DE FINAL – DADOS E ESTATÍSTICAS

By April 8, 2019Liga dos Campeões

Com a final de Madrid no horizonte, faltam cada vez menos minutos para o momento da verdade no Wanda Metropolitano. Oito equipas mantêm acessas as expectativas de chegar ao tão ambicionado jogo que decidirá quem levanta a mais importante taça do futebol europeu. Mas para lá chegarem, terão de ultrapassar mais uma fase onde se adivinham jogos de cortar a respiração, com golos e espectáculo. Que role a bola! Para ver, em Full HD, em direto e em exclusivo, apenas na Eleven Sports:

Dia 9 (Terça-feira)

Liverpool-FC Porto (Eleven Sports 1, 20h00)

  • Nunca na história dos confrontos entre as duas equipas o FC Porto conseguiu bater o Liverpool. Em seis jogos, três vitórias dos britânicos e três empates. É o pior registo do FC Porto contra qualquer adversário com mais de quatro confrontos diretos.
  • Há um ano as duas equipas enfrentaram-se nos oitavos de final com os Reds a baterem o Porto por 0-5 no Dragão, a que se seguiu um nulo em Anfield.
  • Nas últimas cinco vezes que o Liverpool atingiu esta fase da prova, a equipa da terra dos Beatles seguiu em frente por quatro vezes. Apenas em 2008/2009 caíram aos pés do Chelsea por 5-7 no total da eliminatória.
  • O Liverpool marcou todos os 12 golos na prova este ano de dentro da área. É a única equipa sem nenhum golo de fora da área das que se mantêm em prova. Curiosamente, todos os nove golos sofridos pelos azuis e brancos na Champions foram alcançados de remates dentro da área.
  • A última vez que o Porto ganhou um jogo fora na Champions na fase a eliminar foi em 2004, na Corunha, nas meias-finais da Champions, o que lhe valeria o apuramento para a final que venceria frente ao Mónaco, com José Mourinho ao leme. De lá para cá, 12 jogos, zero vitórias.
  • O médio James Milner, do Liverpool, soma 10 assistências na Champions desde o início da época passada, o melhor registo individual nesse período. Desde a época de 2003/2004, apenas outros três jogadores ingleses conseguiram igual pecúlio, atingindo os dois dígitos em termos de assistências (Lampard, pelo Chelsea; Gerrard, pelo Liverpool; e Rooney, pelo United).
  • Marega poderá ser o quarto jogador na história da Champions a conseguir marcar de forma consecutiva em sete jogos se marcar amanhã em Anfield, igualando Ruud Van Nistelrooy, Edison Cavani e Cristiano Ronaldo.
  • Sadio Mané marcou em 69% dos jogos da Champions na fase a eliminar (9 golos em 13 jogos). Com pelo menos 10 golos, apenas Ivica Olic, com 7 golos em 10 jogos, supera este registo com 70% de efectividade.
  • Mané poderá fazer amanhã o seu 20º jogo na prova. Apenas cinco jogadores marcaram 13 golos nas suas primeiras 20 presenças: Alessandro Del Piero (14), Ruud Van Nistelrooy (16), Andriy Shevchenko (14), Jari Litmanen (14) e Roberto Soldado (16).

Tottenham-Manchester City (Eleven Sports 2, 20h00)

  • É a primeira vez que as duas equipas inglesas se enfrentam nas competições da UEFA, apesar de ser a 157ª vez que se defrontam na sua história. O City venceu 11 dos últimos 16 confrontos (1 empate e 4 derrotas), todos a contar para a Premier League, com a equipa de Pep Guardiola numa série de três vitórias seguidas neste momento.
  • A última vez que o Tottenham defrontou uma equipa inglesa nas competições da UEFA foi em Abril de 1973, frente ao Liverpool, com quem perderam nas meias finais da Taça UEFA.
  • Já o City soma por derrota todos os jogos em que defrontou equipas inglesas em provas da UEFA. Em 1970-71 perdeu ambas as partidas das meias da Taça das Taças contra o Chelsea e, no ano passado, caiu frente ao Liverpool nos quartos da Champions, também perdendo ambas as partidas.
  • O Tottenham chega a esta fase da Champions pela segunda vez na sua história. A primeira foi em 2010-11 tendo caído aos pés do Real Madrid com um resultado agregado de 0-5. No total das competições europeias, nas últimas cinco vezes que chegaram aos quartos, os Spurs foram sempre eliminados, a última na Liga Europa, em 2012-2013, contra o Basel.
  • O City eliminou o Schalke 04 na última eliminatória por 10-2 no total de eliminatória, sendo a primeira equipa inglesa a atingir os dois dígitos numa eliminatória da Champions desde o Liverpool em 1980.
  • O ponta de lança inglês Harry Kane participou em 17 golos nas suas 17 presenças na Champions (14 golos e 3 assistências). Kane marca a cada 106 minutos, o melhor rácio de qualquer inglês com pelos menos 200 minutos jogados na prova.
  • Quem também apresenta um registo de enorme produtividade nos últimos jogos na Champions é o alemão Leroy Sané que esteve envolvido em sete golos nos últimos 3 jogos na prova (4 golos e 3 assistências), tendo marcado em todos os remates enquadrados que fez neste período.
  • Das equipas ainda em prova, o Tottenham é a equipa com mais golos na segunda metade, 12 dos seus 13 golos foram marcados nesse período, o que corresponde a 92%. Por sua vez, o City é a equipa com mais golos na segunda parte, um total de 16 na Champions desta época.
  • Pep Guardiola tem 26 vitórias em 52 jogos a eliminar na Champions. Um a menos apenas do que os líderes deste registo: Alex Ferguson, José Mourinho e Carlo Ancelotti (27 vitórias).

Dia 10 (Quarta-feira)

Ajax-Juventus (Eleven Sports 1, 20h00)

    • Ajax e Juventus defrontam-se pela nona vez na prova mas a última foi em 2004. A última vez que o Ajax venceu a equipa transalpina foi na final da Taça dos Campeões Europeus em 1973 em Belgrado, por 1-0.
    • A Juventus não perde com o Ajax há nove jogos em provas da UEFA (5 vitórias e 4 empates), onde se inclui o empate na final da Champions em 96, que os italianos acabariam por vencer nos pontapés de penalty.
    • O último confronto entre ambas as equipas em Amsterdão foi na fase de grupos de 2004 com a Juventus a vencer por 1-0 com golo de Nedved.
    • O Ajax eliminou o vencedor em título da Champions, o Real Madrid, a última vez que tal tinha acontecido foi nos quartos de final da época de 2015/2016 com o Atlético de Madrid a eliminar o Barcelona, acabando por chegar à final onde perderia com o Real Madrid.
    • A Juventus chega aos quartos pelo terceiro ano seguido, é a sua segunda melhor sequência depois do ter conseguido quatro presenças seguidas entre 96 e 99.
    • O Ajax é a primeira equipa holandesa a chegar aos quartos da Champions desde 2006/2007 quando o PSV se qualificou para esta fase. Já o Ajax não chegava aqui desde 2002/2003 quando caíram perante o AC Milan.
    • Apenas Messi supera Tadic em número de golos ou assistências para golo nesta temporada da Champions: 11 contra 9.
    • Cristiano Ronaldo marcou sete golos nos últimos quatro jogos contra o Ajax, onde se inclui um hat-trick na última visita que fez ao estádio do Ajax, pelo Real Madrid, em 2012. Só Bayern e Juventus sofreram mais golos na prova de Cristiano Ronaldo que o Ajax.

Manchester United-Barcelona (Eleven Sports 1, 20h00)

  • Este será o primeiro embate entre ambas as equipas desde a final de 2011 que o Barça venceu por 3-1 em Wembley.
  • O United nunca perdeu em casa em jogos europeus com o Barcelona (2 vitórias e 2 empates), tendo o último confronto em Old Trafford ocorrido nas meias da Champions na época de 2007/2008, com os red devils a vencer por 1-0.
  • Esta é a 17ª presença do Barcelona nos quartos da Champions, um recorde que possui em conjunto com o Bayern, e é a 12ª vez seguida, um recorde absoluto.
  • O United ganhou apenas 2 dos últimos 11 jogos a eliminar na prova (2 vitórias, 3 empates e 6 derrotas) não conseguindo qualquer vitória na última presença nos quartos quando defrontou o Bayern em 2013-14.
  • O Barcelona seguiu em frente em 79% das vezes quando começou uma eliminatória fora nos jogos a eliminar da Champions (23 de 29) em contraponto com apenas 33% de sucesso quando começou as eliminatórias em Camp Nou (4 de 12).
  • Desde que o Chelsea eliminou o Barcelona nas meias em 2011-12, as equipas inglesas baquearam perante espanholas em 10 das 11 últimas vezes que se enfrentaram em eliminatórias da Champions. A única exceção foi o Leicester que eliminou o Sevilha nos oitavos em 2016-17.
  • Leo Messi tem 22 golos em 30 jogos na Champions contra formações inglesas, mais do que qualquer outro jogador na história da prova. Mas curiosamente não marca qualquer golo nos quartos nos últimos 11 jogos nessa fase da competição. A última vez que encontrou as redes foi em 2013 contra o PSG. O astro argentino leva 49 remates nos quartos sem conseguir faturar.
  • O United tem duas derrotas caseiras nesta campanha na Champions, contra Juventus e PSG. Apenas por uma vez perdeu três vezes em casa, em 1996-97, onde o atual treinador Soljskaer figurou nas três partidas.

DADOS ESTATÍSTICOS: OPTA